Marco da literatura usa narrativa tortuosa e vibrante para denunciar o colonialismo

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

No romance cabe rigorosamente qualquer coisa: crônica de costumes, trama de amor, crítica da vida, mistério policial e mergulho subjetivo estão entre os elementos mais conhecidos. O que pouca gente pensou, ao menos antes de 1860, é que também caberia nele uma forte crítica ao colonialismo.
Leia mais (09/07/2019 – 05h48)

Deixe uma resposta